Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GOSSIP PROJECT

Reality, Fashion, Music, Food...and "The Unique Me"

GOSSIP PROJECT

Reality, Fashion, Music, Food...and "The Unique Me"

09
Nov15

A inspiradora história de vida desta pitbull cega que foi abandonada num banco de jardim

Superfunky
Uma cadelinha pitbull de três anos foi abandonada no banco de um jardim em Santa Maria, Califórnia, nos EUA. Quando foi encontrada estava tremendo de frio e tinha medo de até sair do banco, mas, felizmente, foi resgatada por um agente e levada para o abrigo da cidade.
 
Jennifer Wales, que dirige a sua própria equipa de resgate de animais em Los Angeles e os acolhe há 25 anos ficou comovida com o rosto triste da cadelinha. Ela relatou que o animal lhe fez lembrar um cão que mudou a sua vida e que também era um pitbull cego, ou melhor, um “pibble”: Jennifer não gosta da denominação pitbull, “que difamou” a raça destes animais. Então decidiu ficar com a cadela e dar-lhe o nome de Poly.
 
Esta é a foto da cadela no parque:
 
 
Antes de ser abandonada, Poly deu à luz e foi separada dos filhotes. Além da gravidez, Jennifer notou que a cadela provavelmente padecia de uma doença cardíaca congénita, e que poderia de precisar de uma cirurgia. Outras necessidades médicas, como sua cegueira, estão a ser avaliadas. O grupo de resgate de Jennifer formado por voluntários, o Foreverhome Petrescue, definiu uma meta para captação de recursos de 3 mil dólares para os exames de Poly. Mas a história da cadela foi tão tocante que acabaram por obter mais de 5 mil. A quantia adicional será destinada para outros animais sem abrigo que precisam de atenção médica especial.
 
Jennifer conta que Poly é uma cadela “próspera” e no seu novo lar descreve-a como “um doce e super amorosa”. Ela criou uma página para sua companheira no Facebook, que é actualizada diariamente. Após o tratamento médico, Poly estará disponível para adopção. Eu só posso desejar que ela encontre o lar que merece.
 
Assiste ao vídeo e vê a transformação de Poly após o resgate:
 

 

 
 
 
 
Todas as imagens via Facebook

 

1 comentário

Comentar post