Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GOSSIP PROJECT

Reality, Fashion, Music, Food...and "The Unique Me"

GOSSIP PROJECT

Reality, Fashion, Music, Food...and "The Unique Me"

Fotógrafo viaja até à Antártida para retratar a beleza em temperaturas extremas!

Superfunky, 27.11.15

A Antártida ainda é um continente bastante desconhecido, mas continua na lista dos planos dos viajantes mais destemidos. Mesmo assim, o acesso não é nada fácil, mas também não foi difícil o suficiente para impedir que o fotógrafo Alex Bernasconi viajasse até o local e registasse toda a beleza do continente, enfrentando temperaturas que chegavam a – 90 ºC.

 

As imagens foram registadas na Antártida e nas Ilhas Geórgias do Sul e Sandwich do Sul e mostram icebergs, águas congelantes e, é claro, muitos pinguins. As fotografias originaram um livro de 204 páginas, que ganhou o nome de Blue Ice (ou “Gelo Azul”, em português). Esta é a segunda publicação do autor; a primeira, chamada Wild Africa, foi publicada em 2010 e regista as belezas do continente africano.

 

Vê só algumas das imagens geladíssimas capturadas por Alex:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todas as fotos © Alex Bernasconi

Fotos incríveis mostram uma caverna nos EUA que serviu de abrigo a uma civilização há milhares de anos!

Superfunky, 21.10.15
As civilizações que marcaram os nossos primórdios ainda são alvo de fascínio e muito estudo. 
 
Recentemente, foram divulgadas umas fotos incríveis das grutas onde viviam os Anasazi em meados do ano 200, que permaneceram na localidade de Utah, Estados Unidos, durante mais de mil anos. O fotógrafo amador Wayne Pinkston capturou ainda um dos maiores tesouros desta área: um céu maravilhosamente estrelado.
 
Tanta beleza, porém, está num lugar inóspito, onde foram construídos edifícios de pedra e aldeias que não davam fácil acesso às tribos inimigas. Não existem muitas informações sobre esta civilização, que abandonou as grutas em meados de 1.300 d.C, conforme reportagem do Daily Mail Online. “Este lugar tem uma grande atmosfera e é fascinante à noite”, explicou o explorador e fotógrafo. “É cativante e até muito primitivo olhar lá para fora e ver o mesmo o que eles viram há tantos anos”.
 
Sobrevivendo durante um milénio nestas terras deslumbrantes, os Anasazi tiveram o desfortúnio de desaparecerem sem nenhum motivo aparente. O que se sabe é que davam preferência aos locais de difícil acesso, viviam em vilas bem organizadas e que as paredes de grandes desfiladeiros foram escavadas para os proteger durante o inverno. Com estas imagens, todos queremos ir habitar este espaço novamente, certo?
 
 
 
 
 
 
 
Todas as fotos © Caters News Agency via Daily Mail

Drone capta a beleza e a diversidade do solo da Islândia visto de cima

Superfunky, 20.10.15

Existem milhares de motivos para tu conheceres a Islândia e te apaixonares pelo país. Estar perto da Aurora Boreal, encontrar algumas piscinas escondidas em meio à natureza ou mesmo a incrível diversidade que tu poderás encontrar no solo do país são apenas algumas das razões para incluir o país mais pacífico do mundo na tua próxima viagem.

 

O fotógrafo polaco Jakub Polomski não perdeu a oportunidade de visitar a região, onde passou duas semanas em Julho deste ano. Acompanhado de um drone, ele utilizou a sua câmara para captar fotografias incríveis que mostram a diversidade natural da Islândia. Lagos, cachoeiras e uma geografia única foram captados com perfeição pelas lentes do fotógrafo em lindas fotografias aéreas.

 

As imagens são de tirar a respiração:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todas as fotografias © Jakub Polomski

Fotógrafo percorre a Europa na procura de lugares abandonados... E vejam o que encontrou!

Superfunky, 19.10.15

Os lugares abandonados causam-nos bastante curiosidade juntamente com uma espécie de tristeza pelo local estar destinado às ruínas. O fotógrafo Christian Richter dedicou-se a retratar os espaços abandonados na Europa, formando uma incrível colecção de fotografias.

 

Desde jovem, Richter tem ma paixão por prédios abandonados. Nada melhor do que canalizar este amor nos seus cliques, feitos em lugares deslumbrantes que tiveram as suas estruturas destruídas pelo tempo. “Eu simplesmente adoro a arquitetura antiga e decadente, os seus padrões e texturas – elas fazem-me lembram que tudo é impermanente“, escreveu.

 

Muitos locais das fotos ainda mantêm a mobília que um dia foi utilizada, como uma sala de dentista, um quarto de hotel, um piano e até uma biblioteca, repleta de livros. Isso torna as imagens ainda mais bucólicas e pitorescas, pois deixam a impressão de que ainda existe pessoas que lá permaneçam. Será?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todas as fotos © Christian Richter